Atrás de uma porta fechada

*Na escuridão de sua cela, já não vive!**O QUE É VIDA?*

Archive for junho \29\UTC 2007

Eu NÃO…

Posted by Julian Elli em 2007/06/29

…escolho a morte como solução!

fuga

Não há fuga do caos da vida!

>>>OU ACEITA O IMUTÁVEL OU PIRA!<<<

Anúncios

Posted in Uncategorized | Leave a Comment »

Prudência

Posted by Julian Elli em 2007/06/29

::Algumas perguntas deveriam morrer, antes de serem vomitadas…!::

 

Porta 

::Algumas portas, jamais devem ser abertas!(…)::

 

Espelho

::(…)Pois algumas verdades, nem deveriam ser ditas!::

 

Solitude

::Certos sentimentos, nunca deveriam ser alimentados, e jamais revelados!::

Posted in Saudade, Sentimento, Solitude, Verdade | Leave a Comment »

Foi preciso…

Posted by Julian Elli em 2007/06/08

Mesmo desgostoso com a idéia, tive de excluir o Orkut falso ontem.

Posted in Tristeza | Leave a Comment »

Visage d’Ange: O Primeiro

Posted by Julian Elli em 2007/06/05

O que dizer sobre alguém amar a uma pessoa já há 12 anos – desde seus 16 anos -, a quem nunca se teve um contato e se desconhece, quase que totalmente, a vida atual desta pessoa? O que é que motiva uma pessoa a este sentimento modaz e perverso chamado amor? Como é que se consegue libertar disso? Por que não é para ser comigo? Por que que uns têm de sofrer um martírio deste?

Tive de fingir… Tive de usar uma pele falsa, tal qual uma camuflagem, para poder ser ele e conhecê-lo…

Criei um Orkut falso, com sua foto e os poucos dados que eu dispunha e, aos poucos os amigos dele foram se chegando e conversando. Ele não tem Orkut! Este terreno não é nada firme, pois sei que a farsa será desmascarada. Mas é com isso que conto. Se Eu não consigo ir até a Montanha, farei com que Ela venha até Mim!

Esta ação incorre num crime, falsidade ideológica. Confeço minha culpa, mas de quem é a culpa maior: a culpa do Amor, do Desejo, da Paixão, dos Sonhos, do Ego, da Minha Criação, deste infeliz Karma? TUDO QUE FAÇO É POR AMOR E NADA MUDARÁ ESTE FATO!

M  M

*fotos #1 e #2, ele é a 1ª. pessoa da direita para a esquerda.

M não sabe e, talvez, nunca saberá, mas minha vida, meus pensamentos e meu corpo, apenas a ele pertence. Dele nunca terei medo e por ele, se necessário eu morreria!

Só Eu sei: Sou aquele que não o magoaria e nem nunca faria nada para decepcioná-lo, pois eu o amo acima da mediocridade humana.

Mas ele está casado e tem filhos.

Posted in Desabafo, Esperança, Inconseqüência, Infelicidade, Sentimento | Leave a Comment »