Atrás de uma porta fechada

*Na escuridão de sua cela, já não vive!**O QUE É VIDA?*

Balofas carnes de balofas tetas

Posted by Julian Elli em 2007/09/01

Cantiga do ILUSTRÍSSIMO, PREEXECELENTE, PREEXCELSO e MAVIOSO poeta ANTÓNIO BOTTO:

Balofas carnes de balofas tetas

Balofas carnes de
balofas tetas
caem aos montões
em duas mamas pretas
chocalhos velhos a
bater na pança
e a puta dança.

Flácidas bimbas sem
expressão nem graça
restos mortais de uma
cusada escassa
a quem do cu só lhe
ficou cagança
e a puta dança.

A ver se caça com
disfarce um chato
coça na cona e vai
rompendo o fato
até que o chato
de morder se cansa
e a puta dança.

balofa.jpg

Uma resposta to “Balofas carnes de balofas tetas”

  1. K. said

    Poxa, você deveria enviar o poema para as mocinhas dos “Vigilantes do Peso e afins”. Pode ter certeza que elas emagreceriam rapidamente com essa pequena homenagem.

    PS: Nada contra as gordinhas…. até porque eu tenho uma Anaconda no estômago e vários baconzitos insistem em rondar minha cintura…
    XôOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: