Atrás de uma porta fechada

*Na escuridão de sua cela, já não vive!**O QUE É VIDA?*

THALES SCHOEDL: Animus necandi + Animus laedendi

Posted by Julian Elli em 2007/08/30

*Animus necandi: Intensão de matar

*Animus laedendi: Intensão de ferir

Como muitos deles são patéticos… Tratam a vida alheia como algo tão banal quanto jogar lixo no chão!

Os motivos, se é que podem ser entendidos como tal, para uma ato de extermínio é de deixar uma mente invulgar perpléxa.

 

“(…)Às quatro horas do dia 30 de Dezembro de 2.004, THALES FERRI SCHOEDL se irritou quando ouviu simples comentário a respeito dos atributos de sua namorada MARIANA OZORES BARTOLETTI, não dirigido a ele ou à moça diretamente, feito entre rapazes reunidos em torno de automóvel de marca “Fiat”, modelo “Pálio”, estacionado no “Largo dos Coqueiros”, perto da praia “Riviera de São Lourenço”, município de Bertioga.

THALES FERRI SCHOEDL desafiou, de forma inadequada e claramente despropositada, de imediato, FELIPE SIQUEIRA CUNHA DE SOUZA, o qual estava no aludido grupo de moços, pois o acusou, em voz alta e asperamente, de incomodar MARIANA OZORES BARTOLETTI.

Ao presenciar, contudo, a aproximação de FELIPE SIQUEIRA CUNHA DE SOUZA e do amigo dele, DIEGO FERREIRA MODANEZ, pela rua “Passeio da Riviera” (via contígua ao “Largo dos Coqueiros”) e em seguida à sua provocação, THALES FERRI SCHOEDL efetuou disparos, de maneira notavelmente desproporcional, contra ambos(…)

THALES FERRI SCHOEDL matou, assim, DIEGO FERREIRA MODANEZ e iniciou a execução de homicídio contra FELIPE SIQUEIRA CUNHA DE SOUZA, que não se consumou por circunstâncias alheias à sua vontade, cometendo os crimes dolosos contra a vida por motivo fútil(…)”

Texto extraído de http://conjur.estadao.com.br/static/text/32351,1

 

Quem anda armado tem sempre intensão de usar sua arma em qualquer situação, seja num confronto ou em mera discussão, e neste caso não houve estas situações. É o caso do típico machão – porque estava armado! – tentando se exibir para sua fêmea. PATÉTICO E RIDÍCULO!

JUSTIÇA, NESTE MUNDO NÃO HÁ, mas seria mais justo PENALIZÁ-LO COM 30 ANOS DE RECLUSÃO EM REGIME FECHADO E SEM DIREITO A CONDICIONAL, pois não há justificativa aceitável para este ato, e sob esta situação.

 

musicas.jpg

Posted in Uncategorized | 12 Comments »

Reflito você

Posted by Julian Elli em 2007/08/27

Sou um espelho no mundo e reflito tudo o que você expõe diante de mim!

espelho2.jpg

<<<o>>>

Você carrega os crimes de seus antepassados. Este é seu legado de sangue!

Não há inocência em ti ou pureza em teu espírito.

Acordaste na sombra. Semearás a calamidade como teus pares, e no momento da chegada de teu fim, levarás contigo quem encontrar por perto…

>>>o<<<

Desvie seu caminho do meu!

Não trazes nada de melhor, eu sei.

És opressor, perseguidor e subjugarás minhas ações…

Por isso antecipo seu contato.

Posted in Uncategorized | 2 Comments »

[A] + [TRAÇÃO] = ENGATE

Posted by Julian Elli em 2007/08/27

shape-24.gif

shape-32.jpg

Posted in Uncategorized | Leave a Comment »

A Terra É o Inferno! O que há depois?

Posted by Julian Elli em 2007/08/22

fogo.jpg

O que sempre se falou sobre o inferno?

Castigo, dor, sofrimento eterno, agonia, chamas, desespero…

Será que é preciso acreditar que é morrendo que se vai para o inferno, para punir alguém pelos seus pecados?

O inferno é aqui! Mas poucos são esclarecidos para enxergar esta verdade. E quanto mais se desvenda a farça deste mundo, uma mente pode atingir a insanidade – não é o meu caso, ainda! (rsrs) É só partir de duas verdades (1) ninguém tem valor algum e (2) sua vida de nada vale. Estamos presos num ciclo infernal de desastres, mortes, doenças, guerras, sofrimentos, doenças, injúrias, luxúria, males do amor, estupros, roubos, calúnias, injustiças, medo, desespero, agonia, etc. Aqui ninguém nada vale, exceto pelo que possue! Isto dita o status, o que lhe dá algumas voz e vez…

Deus é uma ilusão para dominar e apassivar as massas sofridas e desiludidas! Assim como a esperança, para acalmar as mente conturbadas e os corpos flagelados pela vida desgastante e severa.

A dor é o primeiro suspiro de vida! A partir daí, tudo se segue num turbilhão medonho, uma espiral decrescente que converge num ponto: a sepultura.

Mas não pense que ao morrer, você estará liberto disso aqui. Uma grande verdade se chama encarnação e lei do karma. Nós todos voltaremos para cá!

A questão maior não é para onde vamos, é:

DE ONDE VIEMOS E O QUE FIZEMOS PARA ESTAR AQUI NO INFERNO?

Desespero

FOMOS MANDADOS AQUI PARA SOFRER!

 MISERIA

RESISTIR É INUTIL!

Vitimas

CELEBRE ESTE CAOS!

Massacre

Senhor, Deus qualquer em que Eu não creio, colocai rédea em suas bestas…

Linchamento

Posted in Desabafo, Realidade, Verdade | 44 Comments »

Esperança É Ilusão

Posted by Julian Elli em 2007/08/08

A ESPERANÇA É A MAIOR DE TODAS AS FANTASIAS JÁ CRIADAS PELO HOMEM!

Ela existe para intorpecer a mente atormentada e o corpo flagelado. É como jogar água friar sobre a pele queimada. Por um breve momento alivia, mas a dor voltará mais ardente!

Fantasiar A ESPERANÇA para quê, se a dor estará sempre latente?

ilusao1.jpg

Posted in Realidade, Verdade | 6 Comments »

Sauveteur Exubérant

Posted by Julian Elli em 2007/07/02

 

Salvatore

-Estuprava-me com seu olhar, despindo meu corpo da pele suja.-

-Seu toque era doce, tal qual uma lâmina rasgando a carne viva.-

-Fez-se então um jorro. Meu gozo viscoso… Meu sangue!-

Posted in Caótico, Inconseqüência, Lascívia, Morbidez, Sentimento, Solitude | Leave a Comment »

Eu NÃO…

Posted by Julian Elli em 2007/06/29

…escolho a morte como solução!

fuga

Não há fuga do caos da vida!

>>>OU ACEITA O IMUTÁVEL OU PIRA!<<<

Posted in Uncategorized | Leave a Comment »

Prudência

Posted by Julian Elli em 2007/06/29

::Algumas perguntas deveriam morrer, antes de serem vomitadas…!::

 

Porta 

::Algumas portas, jamais devem ser abertas!(…)::

 

Espelho

::(…)Pois algumas verdades, nem deveriam ser ditas!::

 

Solitude

::Certos sentimentos, nunca deveriam ser alimentados, e jamais revelados!::

Posted in Saudade, Sentimento, Solitude, Verdade | Leave a Comment »

Foi preciso…

Posted by Julian Elli em 2007/06/08

Mesmo desgostoso com a idéia, tive de excluir o Orkut falso ontem.

Posted in Tristeza | Leave a Comment »

Visage d’Ange: O Primeiro

Posted by Julian Elli em 2007/06/05

O que dizer sobre alguém amar a uma pessoa já há 12 anos – desde seus 16 anos -, a quem nunca se teve um contato e se desconhece, quase que totalmente, a vida atual desta pessoa? O que é que motiva uma pessoa a este sentimento modaz e perverso chamado amor? Como é que se consegue libertar disso? Por que não é para ser comigo? Por que que uns têm de sofrer um martírio deste?

Tive de fingir… Tive de usar uma pele falsa, tal qual uma camuflagem, para poder ser ele e conhecê-lo…

Criei um Orkut falso, com sua foto e os poucos dados que eu dispunha e, aos poucos os amigos dele foram se chegando e conversando. Ele não tem Orkut! Este terreno não é nada firme, pois sei que a farsa será desmascarada. Mas é com isso que conto. Se Eu não consigo ir até a Montanha, farei com que Ela venha até Mim!

Esta ação incorre num crime, falsidade ideológica. Confeço minha culpa, mas de quem é a culpa maior: a culpa do Amor, do Desejo, da Paixão, dos Sonhos, do Ego, da Minha Criação, deste infeliz Karma? TUDO QUE FAÇO É POR AMOR E NADA MUDARÁ ESTE FATO!

M  M

*fotos #1 e #2, ele é a 1ª. pessoa da direita para a esquerda.

M não sabe e, talvez, nunca saberá, mas minha vida, meus pensamentos e meu corpo, apenas a ele pertence. Dele nunca terei medo e por ele, se necessário eu morreria!

Só Eu sei: Sou aquele que não o magoaria e nem nunca faria nada para decepcioná-lo, pois eu o amo acima da mediocridade humana.

Mas ele está casado e tem filhos.

Posted in Desabafo, Esperança, Inconseqüência, Infelicidade, Sentimento | Leave a Comment »

Sobe e desce do Amor e do Ódio

Posted by Julian Elli em 2007/05/25

A estranheza do meu Ser…

Amor vai se transformando em ódio, e este em amor, com a rapidez dos segundos.

Vi na tv o caso de uma rapaz (Roberto Neto) que sobreviveu a um acidente de carro, no qual 3 parentes dele morreram: pai, irmão e tio.
Tive dó dele, ao dar a entravista na tv, deitado na cama, sem poder se levantar e chorando.

Ao encontrar seu Orkut e ler que ele estava namorando uma fêmea, enchi-me de repulsa, e aquela compassividade pela situação dele, transfigurou-se num nojo, e eu desejava que ela também tivesse morrido na tragédia!

Neto Cavalcanti

Noutro caso, em que uma garota morreu ao cair de um brinquedo em MG, durante um rodeio, eu fiquei feliz pelo rapaz (Daniel Mazzette) ter perdido a namorada. Naquela ocasião, era como se o cara tivesse regredido a um estado sublime, de equilíbrio.

Daniel Mazzette

Mas de uma maneira geral, alguns poucos heterossexuais não me despertam ódio, HETEROFOBIA! A questão é, como para os heteros, é tão fácil achar alguém e formar um casal, ele tratam o relacionamento como uma banalidade, traem sempre, e vivem num mundo caótico – deles. São poucos, entre eles, que sabem conviver e respeitar seu/sua  parceiro(a). Até a criação dos filhos deles é precária. No final, o mais certo é que tudo que vem fácil não se dá o devido valor – para eles!

*As maiores atrocidades já cometidas em todas hitória dos humanos, sempre tiveram origem na pessoa heterossexual, tais como guerras, genocídios, roubos milionários, comércio sexual de crianças, seqüestros, tráfico de órgãos (no Brasil existem centenas ou milhares de pessoas desaparecidas), criação de armas de destruição em massa (nuclear ou biológica), etc.*

Posted in Desabafo, Prazer, Verdade | 1 Comment »

Concerto das trevas

Posted by Julian Elli em 2007/05/21

Na noite da sexta-feira, dia 18 de maio, sai com uma amiga para assistirmos a apresentação de música barroca na Igreja de São Bento, no centro de João Pessoa.

Era um repertório sobre Orpheu, sendo execultadas músicas de amor… Porém, aquele sentimentalismo todo, não me tocava. Eu estava distante, mergulhado em pensamentos macabros… Algumas imagens de pessoas naquele local, feria-me os olhos, e ao fechá-los, eu via quase toda aquela gente degolada e pendurada em ganchos, pelos pés. Outros estavam estripados e tinham brasas de carvão queimando seus olhos. Eu via um oceano de sangue escorrendo pelas paredes e chão, e mesmo diante do sofrimento e da carnificiana, ninguém chorava ou gritava, era um silêncio mórbido total, e não havia nem um tipo de movimento, era tudo estático. Até o ar estava inanimado!

Tudo isso ocorreu em breves 5 segundos.

pendurado.jpg

Posted in Ódio, Caótico, Morbidez | Leave a Comment »

Falaz Amor

Posted by Julian Elli em 2007/03/16

Tudo começa com a morte. Ela, que vem, que leva, é a senhora das ações e a mãe do futuro!

Conheci esta mãe ao te amar intensamente. Oh, e quão patético fui eu. Quanto mais nobre e puro for este tal amor, mas refinará um ódio eversor, mais brilhante que os olhos lacrimejados daquele que está por morrer!

Digressionei-me do fado… Um reles puto a despencar na trama ardilosa do amor falaz. Meu futuro discipa-se tal qual a tênue neblina e este corpo decumbente, quebra frágil feito folha seca.

Esta rosa fôra plantada sob único sentido: Ser lançada sobre teu esquife. E nem no ato final, ei de tocar-lhe!

Neste vasto oceano de bilhões de cadáveres ôcos, como pude eu…
Como pudeste tu, ter sabor mais pungente, ser mais fascinate do que os outros nada?

Aqui, se tivesses, perto – dentro – salvarias o mundo, todo ele.
Conceda-me um rumo plácido, para um único acerto.

Rosa Morrendo

Posted in Desabafo, Infelicidade, Karma, Morbidez, Perda, Pranto, Saudade, Sentimento, Solitude, Tristeza, Verdade | Leave a Comment »